Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
FAMA inaugura três salas e expande a mostra O tridimensional na coleção Marcos Amaro
06/11/2018 20:09 em Arte

Obras de artistas como Tunga, Iberê Camargo, Laura Lima e Mário Cravo ocupam os novos espaços; expansão integra a mostra permanente curada por Ricardo Resende

tunga
Detalhe de obra Rumo ao caminho molhado, de Tunga | Foto:Stefânia Sangi
Clique aqui para acessar mais imagens

 

Disseminar a arte contemporânea brasileira é um dos pilares que regem a Fundação Marcos Amaro (FMA), instituição sediada na Fábrica de Arte Marcos Amaro (FAMA), em Itu, no interior do estado de São Paulo. Sob a direção de Raquel Fayad e curadoria de Ricardo Resende, a organização inaugura, em 17 de novembro, mais três espaços expositivos com trabalhos de nomes expoentes e em ascensão da cena artística do país.

A instalação Rumo ao caminho molhado (s/d), uma espécie de portal de Tunga coabita o espaço da Sala 3 junto à icônica tela Fantasmagoria 20 (1978), de Iberê Camargo,Homenagem a Farnese, pintura da série Semelhantes (1980), de Siron Franco, e uma fotografia de Paul Setúbal.

Na Sala 4, estão os trabalhos Senzala (2011 - 2017), de José ResendeSem título (s/d), de Amilcar Castro, e Se Vende (2008) de Carmela Gross. Na Sala 5, são apresentadosPássaro (2015 - 2018), de coautoria de Laura Lima e Zé Carlos Garcia Pelo Amor... (2018), de Maria Nepomuceno. O Galpão das Fardas, que ocupa área aberta da Fundação, abriga agora obras dos artistas José Resende, Mário Cravo, Nicolas Vlavianose Renata Lucas.

Juntos, os trabalhos integram Frente, fundo, em cima, embaixo, lados. Volume, forma e cor: o tridimensional na coleção Marcos Amaromostra permanente que é expandida conforme o crescimento do acervo do colecionador, artista e galerista que dá nome à instituição. Inaugurada em agosto, a exposição já reúne mais de 50 trabalhos, entre pinturas, esculturas, relevos e instalações de artistas de gerações e influências distintas, do Barroco à contemporaneidade, passando ainda pelos modernistas.

Sobre o acervo da FMA

Com cerca de mil obras, a coleção de Marcos Amaro tem sido construída ao longo dos últimos dez anos. De lá para cá, o colecionador tem investido em obras dos mais importantes artistas, com foco maior nos brasileiros. São pinturas, esculturas e fotografias que, juntas, compõem um acervo potente e expressivo da arte brasileira.

Em 2012, o empresário criou a Fundação Marcos Amaro, instalando-se em Itu, cidade a 100 quilômetros da capital. A sede no interior tem como intuito permitir e fomentar a descentralização da arte. A iniciativa é abrigada em uma área de 20 mil metros quadrados, onde no século XIX funcionou a Fábrica São Pedro, importante polo da indústria têxtil, com relevância histórica e cultural para a região.

É lá que hoje funciona a Fábrica de Arte Marcos Amaro (FAMA), projeto e complexo que abraça não apenas o espaço expositivo que possibilitará ao público o acesso ao acervo da Fundação, mas que também abriga ateliês, ocupações e residências artísticas promovidas por meio de editais diversos.

Sobre a FAMA
A Fábrica de Arte Marcos Amaro (FAMA) ocupa uma área central em Itu, interior do estado de São Paulo, onde por muitos anos funcionou uma indústria têxtil com relevância histórica e cultural para a região. O espaço abriga hoje a sede da Fundação Marcos Amaro, que também conta com acervo de arte do artista e colecionador Marcos Amaro – ferramenta importante para disseminação da arte contemporânea com ênfase no tridimensional.

O espaço exibe parte da coleção do MESCLA, que acontece também nas avenidas da cidade e em uma área rural no município de Mairinque. Todas essas obras estão incorporadas ao espaço da FAMA, que foi pensado para a produção, contemplação e fomento da arte e, também, para a apresentação da produção do artista Marcos Amaro.

Serviço:
Exposição Permanente da Fundação Marcos Amaro
Endereço: Rua Padre Bartolomeu Tadei, 9, Itu – SP
17 de novembro, sábado, das 11h às 15h 
Visitação: de quarta-feira a domingo, das 10h às 17h
Entrada gratuita

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!